24 de agosto de 2009

Violetas Azuis

violetas

Sobre o azul das violetas
Deita
e a luz do teu olhar
que me espreita
é a mesma
que à minha alma despe
extraindo a beleza
que me enfeita
desse manto de tristeza
que me veste

17/05/2006

Ariadna Garibaldi

Tela de Gizella Czeglédi

11 comentários:

  1. Olá,Ariadna.Parabéns pelo belo poema.Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá James!

    Que bom que você gosta, muito obrigada!

    Abçs

    Ariadna

    ResponderExcluir
  3. Para meu ouvido, uma canção.
    Viva, Ada!!


    beijos da El
    tua amiga poeta

    ResponderExcluir
  4. Que bom, El! É mesmo uma canção da alma.

    Um beijo enorme,

    Ada

    ResponderExcluir
  5. Olhar, poderoso olhar!...
    Muito belo, Ariadna. Bjs e inté!

    ResponderExcluir
  6. Pois é Ju, um olhar diz muitas coisas e tem o poder de despertar outras tantas...

    Beijos mil

    Ariadna Garibaldi

    ResponderExcluir
  7. Ariadna,
    Adorei seu Blog,achei profunda e de uma sensibilidade imensa suas poesias.Gostaria de divulgá-las lá no meu Compartilhando as Letras.Coloco o link para cá e sua autoria.Visite e me d~e seu parecer.Beijos

    www.compartilhandoasletras.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Sonia! Seja muito bem vinda sempre! Estive em seu blog e deixei lá o meu parecer. Beijo enorme!

    Ariadna Garibaldi

    ResponderExcluir
  9. Ariadna,
    Amanhã posto algum poema seu e te aviso,ok??
    Hoje postei quase agorinha.Obrigada pela visitinha, é uma honra.

    ResponderExcluir
  10. AH!!!! Vi seu Blog, no lindo Blog da Ju Rigone,que aliás é uma excelente poetiza.Beijos

    ResponderExcluir
  11. Sonia, concordo plenamente! Amo os poemas da Ju Rigone, são belíssimos! Eu diria que ela é uma das melhores da atualidade.

    Beijos

    Ariadna

    ResponderExcluir

Aparência

Tela de Román de Blas Aparência O sorriso - algumas vezes - é apenas o disfarce das lágrimas que não chegam até a ...