24 de outubro de 2009

Profética

Joe-Dawson 

Busco recriar-te meu amor
à imagem e semelhança dos meus versos
e nesse poetar quase profético
vivencio meus desejos encobertos

um oráculo de amor à eternidade
vaticina o meu doce devaneio
sintetizo em poema tal presságio
qual vestal de um templo hipotético

e num surto de lirismo inevitável
realiza-se a pseudo profecia
nos delírios dos meus sonhos mais secretos
e na estância cantilena da poesia

05/06/2008

Ariadna Garibaldi

 

Tela de Joe Dawson

8 comentários:

  1. Belo poema,em que as metáforas nos falam à a alma,em que a evocacação do amor é feita de maneira tão rica,usando tão belas metáforas.
    Muito lindo.Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelo seu comentário, Jamesp! O amor é um tema muito rico, sempre!

    ótimo fim de semana,

    Bjs

    Ariadna Garibaldi

    ResponderExcluir
  3. Nossa. voluptuoso poema e imagem, casados em perfeita harmonia.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Eva! Fico muito alegre com a tua visita e comentário!! Beijos e excelente semana pra ti!

    Ariadna Garibaldi

    ResponderExcluir
  5. Sobretudo o começo
    lembrou-me um soneto
    de Shakespeare...

    ResponderExcluir
  6. Oi Renata! Sério? Um soneto específico ou o estilo? Se puderes, me fala!

    Obrigada pela visita, é sempre uma alegria ter você. aqui!

    Beijos mil

    Ariadna Garibaldi

    ResponderExcluir
  7. Oi Ariadna...

    Acredito que Bordados de mim foram os primeiros versos que li na net... foi a partir deles que comecei a tomar o gosto pela poesia... Bordados de mim, me acompanha sempre... já tive tópicos em comunidades com esse nome, minha comunidade que é para guardar somente meus bordados... tem esse nome e no meu blog, Bordados de mim, é mais um texto que me define... agora, aqui estou, em seu blog, Bordados de mim... te seguindo e expressando minha admiração...

    Beijos meus, com carinho.
    Helena

    ResponderExcluir
  8. Olá Helena!

    Você não imagina o quanto suas palavras me fazem bem; Estou deveras comovida e feliz por saber que meu poema de tal modo toca o seu coração e diz o que você sente. É reconfortante saber disso! Sê bem vinda sempre!

    Beijos muitos, agradecida

    Ariadna

    ResponderExcluir

Aparência

Tela de Román de Blas Aparência O sorriso - algumas vezes - é apenas o disfarce das lágrimas que não chegam até a ...